quarta-feira, 30 de abril de 2014

arqueologia

Ainda na arqueologia, tem esses scans antigos. Acho que esses desenhos têm uns 14 anos. A maioria deles são de duas crônicas de mago: a ascenção, mas tem uma vampira toreador e uma guerreira d&d aí no meio.

E não, não tenho orgulho nenhum de ter copiado uma coruja do harry potter.

Engraçado lembrar como a maioria dos meus personagens eram mulheres. Os outros jogadores com quem compartilhava a mesa em uma época específica, todos homens brancos héteros, só faziam personagens homens machinhos brancos. Eu me sentia na obrigação de colocar um pouco de diversidade na mesa, com personagens mulheres, gays e negros. E tentava ao máximo fazer esses personagens memoráveis sem cair em estereótipos, pelo menos o máximo que eu poderia fazer com minha inexperiência. É claro que eu falhava.

Não, eu não era militante na época, nem sabia o que era feminismo. Morar numa cidadezinha de racistas cristãos limpinhos tornava a experiência interessante.











Nenhum comentário: